quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Os olhos do menino





Os olhos do menino


O menino sentado na porta da cozinha
acariciava um cão sarnento.

Tanta tristeza nos olhos dos dois.

Inútil falar com o menino:
a única resposta era o olhar.

( Uma dor tão grande
como eu nunca tinha visto.)

Nada fiz por ele, apenas fui embora.
Mas nunca mais pude esquecer aqueles olhos.

__________

O nome da cachorra da foto é Mudança - apareceu na casa de um amigo quando chegava a sua mudança.

18 comentários:

Mar Arável disse...

Como é possível abandonar

uns olhos assim?

Mirze Souza disse...

Sonia!

Para mim, a coisa mais triste é a dor, a piedade expressa no olhar de uma criança.

Que beleza, isto em versos.

Beijos

Mirze

PapoPoetico disse...

Bonito
talvez você se divirta em http://papopoetico.blogspot.com/
A poesia é necessária
Tudo de bom

Graça Pereira disse...

Nunca entendi a tristeza no olhar de um cachorro...mas existe!
Encontrei-a nos olhos
de uma cadelita rafeira abandonada na "minha" escola e que trouxe comigo há dez anos... e o seu olhar agora, parece que transmite alegria e gratidão. É a minha companheira de todas as horas...
Beijo
Graça

tossan disse...

Um olhar emprestado com o amor do momento. O encontro dos olhos! Beijo

Rafael Castellar das Neves disse...

É...o olhar diz mais e coisas que as palavras nunca chegarão perto de expressar...


[]s

Lara Amaral disse...

Consigo imaginar a cena. A tristeza nos olhos de certos meninos e a súplica nos olhos de alguns animais param o instante.

Beijo, Sônia.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Aqui a.colho...

© Piedade Araújo Sol disse...

um olhar diz tanto...e como oficou tao bem expresso aqui.

comovente!

um bom fim de semana

um beij

Graça Graúna disse...

Querida Sonia: é muito comovente o olhar triste do menino e da cachorrinha Mudança. Teus versos tocam a minha pobre alma. Paz e bem.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Sônia, bela fotografia e texto...Espectacular....
Cumprimentos

Pedro Luso de Carvalho disse...

Sônia,

Diria que o seu poema "Os olhos do menino" quase que torna palpável esse sentimento que nasce dos dois olhares inocentes.

Abraços,
Pedro.

nydia bonetti disse...

A dor nos olhos dos meninos sempre dói mais. A dor nos olhos dos bichos também dói tanto - A dor dos olhos inocentes... Beijos, Sônia.

Antonio Carlos disse...

Bonito seu poema, foto, mas é impossível abandonar um olhar triste assim.
Abraços

Marcos Campos disse...

Ah! e como os olhos falam!
Adorei o nome e a história da cã (rs)!
Beijo e boa semana!!

caro Li na disse...

já encontrei olhos assim, jogados pelas esquinas

Pablo Rocha disse...

Há momentos em que um olhar abrange qualquer resposta.

Parabéns, Sônia!

Beijos.

Tais Luso disse...

Há coisa mais comovente em ver dois seres suplicantes? A dor do menino diante do animalzinho... É uma dor profunda, próprio dos inocentes.

bjs.