segunda-feira, 3 de julho de 2017

DESERTO






























                           É possível alimentar-se de ausência?












4 comentários:

Sinval Santos da Silveira disse...

Oi, Amiga Poetisa !
Que bela reflexão !
Creio que sim pois, em certos
momentos, necessitamos estar só.
Um carinhoso abraço e parabéns.
Sinval.

AC disse...

Quando a ausência se torna um alimento, ela mais não é, no fundo, do que um jogo de impossibilidades, um beco sem saída.

Uma boa semana :)

© Piedade Araújo Sol disse...

Uma pergunta muito pertinente, mas eu acho que não... a ausência de algo ou alguém é quase sempre mágoa...
gostei da foto
beijinhos
boa semana.
:)

Luiza Maciel Nogueira disse...

Tão possível, pois a presença um dia foi maior. Beijo