segunda-feira, 26 de agosto de 2013

O TIMONEIRO




























O timoneiro


A noite cai sobre o meu barco.
Para onde me levará o vento?





11 comentários:

elvira carvalho disse...

Lindo.
Um abraço e uma boa semana

Lídia Borges disse...


Um perfume de maresia chega trazido pelo vento, enquanto embala nos braços um barco. É o seu?

Mágico!

Lídia

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Só o nosso
coração pode
responder...

Só o nosso
coração...

Que a alegria dance
em tua vida apaixonadamente.

Tania regina Contreiras disse...


Em tão poucas linhas e a exuberância da imagem, você me ganha! rs Belo...

Beijos,

Elisa T. Campos disse...

Sonia

Fico a imaginar dentro desse barco à toa, dando asas para voar ao léu, sensação de liberdade plena.
Linda postagem como sempre.

Beijos.

:.tossan© disse...

Seja lá como for, o importante é que as tuas emoções sobrevivam e as imagens/poesias também. Beijo

Jefferson Garrido disse...

O frio na barriga...

Fernando Santos (Chana) disse...

Bela fotografia e poesia...Espectacular....
Cumprimentos

Claudia Almeida disse...

Que ótimo, ah o vento funciona como um sinal, bjs querida!

Federal disse...

Bela fotografia!

Aluisio M Rodrigues disse...

Coisa de nem sempre e até raramente,dado que o que é dado muito mais se deve olhar além dos dentes, aqui vim pa(i)rar sem lemes nem asas, mas, graças, graças aos ventos...