segunda-feira, 6 de maio de 2013

O SILÊNCIO































O SILÊNCIO


No rio inquieto
o murmúrio das águas
onde te espelhas.

Não te reconheces.

Teu sangue
ainda flui nas águas.

Existes.
Como se já não fosses
ou fosses outro.

Pouco importa.

Basta o silêncio
das pedras no caminho.




14 comentários:

Graça Pereira disse...

Um silêncio que fala e conta tudo...Maravilhoso.
Bjs
Graça

carlo disse...

Olá Sônia, estive dando uma olhada em suas fotos e poemas,pois estive ausente uns dias por motivos pessoais e só estarei de volta a partir do dia 17 de Maio.
Parabéns encontrei belas fotos e poemas.
Abraço

luna luna disse...

é no silencio que escutamos os acordes do coração
beijos

Thuan Carvalho disse...

A religião do silêncio deve ser seguida.

SENSACIONAL, como de costume.

Tania regina Contreiras disse...

Meu sonho de consumo: dilêncio. E profundo.

Beijos.

Marina Linhares disse...

O silêncio é meu companheiro por aqui. E adoro.
Existem silêncios... e silêncios.
Gosto do silêncio que transmite PAZ.
Belo poema, amiga junto com uma preciosa imagem.
Bjs.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Cada palavra
que inspira
nossa vida,
acorda novos
sentidos
em nossa caminhada.

Viver é acima de tudo,
a arte de abraçar os sonhos.

:.tossan© disse...

Já não sei o que gosto mais,
se é da foto ou do poema...
Pouco importa.
Basta o silêncio
das pedras no caminho.
Beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Muito belo a fotografia e o poema...Excelente....
Cumprimentos

Fred Caju disse...

Gosto de você sobre os silêncios.

Elisa T. Campos disse...

Esse silêncio ecoa no mais lindo poema e você sempre capta tudo magistralmente.

Lindos dias para você.
bjs

vieira calado disse...

Olá, boa tarde!
Para dizer-lhe que gostei do seu pequeno poema, escorreito e elegante!
Beijinhos!

carlo disse...

Belo este silêncio e com este suave poema,abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

o silêncio por vezes é belo!

beijo