sexta-feira, 28 de dezembro de 2012




























     Desejo a todos um 2013 perfeito. Que todas as suas aspirações se concretizem, num mundo cada vez mais próximo da paz.







quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

FELIZ NATAL




                                Para os amigos e todos os que passarem por aqui.






segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

O JARDINEIRO




























O JARDINEIRO


O jardineiro morria um pouco
em cada canteiro que plantava.

Cada semente
levava um pouco do seu corpo.

Cada flor
levava um pouco da sua alma.

...Agora é primavera
e o jardineiro

dorme para sempre
em seu jardim.







segunda-feira, 26 de novembro de 2012

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

APENAS TRONCOS

                                                                                                                                                                 









































sexta-feira, 9 de novembro de 2012

A FLOR DA AFLIÇÃO































A flor da aflição


Penhascos de silêncio se erguem na noite
São de pedra nossos dias
Nossos filhos estão mortos
Estão loucos nossos irmãos.

Sentados sob as árvores secas, tecemos a treva.
Perdemos o caminho de volta
Sobre nossos ombros o cansaço, o segredo, a morte.
Breve vestiremos a pele da terra
Nas nossas mãos murchas levamos a flor da aflição.





sábado, 20 de outubro de 2012

O ROSTO DA MORTE




























O rosto da morte


As vozes calam na noite.
Todos os caminhos silenciam.
A casa vestiu o rosto da morte.

Está seco o poço onde lavamos
nossos olhos.

Apenas a morte conhece o que somos.






quarta-feira, 17 de outubro de 2012

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

A BELEZA DAS BORBOLETAS




























                                    A borboleta é uma lagarta que se vestiu de princesa.







domingo, 7 de outubro de 2012

domingo, 30 de setembro de 2012

terça-feira, 25 de setembro de 2012

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

BORBOLETAS NEGRAS































BORBOLETAS NEGRAS


Olhos que me contemplam
como borboletas negras

nascidos da dor
e temperados
com o sal do desespero

são facas afiadas
cravadas no coração da noite.




domingo, 2 de setembro de 2012

POENTES




















































                                                   O sol é um poema que sangra.




quarta-feira, 29 de agosto de 2012

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

A FLOR NA CALÇADA





A FLOR NA CALÇADA
  
Indiferente
às impurezas do mundo,
na beira da calçada
a flor esplende.



quarta-feira, 8 de agosto de 2012

domingo, 29 de julho de 2012

MONTANHAS


































                         Ecoa na paisagem
                         o murmúrio das montanhas.




terça-feira, 17 de julho de 2012

segunda-feira, 9 de julho de 2012