terça-feira, 6 de dezembro de 2011

THE WASTE LAND






THE WASTE LAND

Na terra desolada
os pássaros tristes permanecem,

vão e vêm e não morrem.
A lembrança do verde os alimenta.






18 comentários:

Elisa T. Campos disse...

E o ciclo se completa.

bjs

Bípede Falante disse...

Ir e vir sem sair do lugar é mesmo triste.
beijoss

Ana Rita Profirio disse...

Se não morrem é porque são doces as lembranças...

Beijos Sônia!!Uma semana repleta de coisas boas para ti!!!

Marcantonio disse...

Como a beleza pode surgir da desolação? Quem a percebe assim a vê fora do tempo, como se de seu contrário não tivesse memória?

Belo!

Maggie May disse...

a natureza é sábia!

Graça Pereira disse...

Somos, como eles ,tantas vezes alimentados pelas lembranças...
Beijo
Graça

Claudia Almeida disse...

...a esperança os alimentam,belo poema!

bjs

Fotokarusellen disse...

A short and beautiful poem. The picture is perfect to the poem. Wonderful work.

C@urosa disse...

Muito lindo e reflexivo amiga Sônia Brandão, a natureza no surpreende e dá enormes lições!

Forte abraço

C@urosa

Fernando Campanella disse...

Excelentes tuas mais recentes postagens, Sônia, um trabalho foto/poema personalíssimo, rico em imagens que se interpenetram. Belíssimo trabalho, minha amiga, parabéns.

Celina Dutra disse...

Lindo poema, bela imagem. às vezes também nos alimentamos das lembranças dos "nossos" verdes! Girassóis nos seus dias. beijos!

dade amorim disse...

Pode ser considerado uma forma de loucura, mas alimenta a vida.

Beijo beijo.

Bazófias e Discrepâncias de um certo diverso disse...

Alimentar-se de lembranças...

Iara Maria Carvalho disse...

esse verde. essa poesia.

lindo!

AC disse...

Um fio verde, por mais ténue que seja, já é alimento suficiente para o cultivar da esperança...

Bj

Aníbal Raposo disse...

Olá Sônia,

Tenho andado arredio. Lindo o poema e a foto a condizer.
Beijo.

MIRZE disse...

Lindo. SÔnia!

A lembrança e tudo que vem da memória
dá e serve ao espírito e à vida!

Beijos

Mirze

Diana L. Ramos disse...

Lindo..Adoro estas árvores que mesmo já parecendo estar partindo ainda abraçam o céu e abrigam pássaros.
Gosto muito de vir aqui.Bjs