quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo!



                                   Ano novo, vida nova.


                            A vida se renova 
                            nas águas do poema.





segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Anunciação




                                             ANUNCIAÇÃO

As maritacas gritam anunciando a chuva.
No bico, o sangue doce das amoras.



quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Sementes





SEMENTES


1.

Pálido pássaro pousado
na tênue luz da manhã.


2.

Fechem os olhos dos lírios.
Não deixem que me vejam nua.


3.

No coração da árvore
a memória do rio.


4.

Eu não nasci,
vim do mar.


5.

Quero o poema como um grito no escuro.


6.

Arranquem meus olhos.
A flor está morta.


7.

Uma agulha cerzindo o universo.

_____________

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Poesia Diversa

Estou no Poesia Diversa, do Hilton Valeriano.
Se quiser ver e aproveitar para conhecer um belo blog, clique aqui.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010