quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Sementes





SEMENTES


1.

Pálido pássaro pousado
na tênue luz da manhã.


2.

Fechem os olhos dos lírios.
Não deixem que me vejam nua.


3.

No coração da árvore
a memória do rio.


4.

Eu não nasci,
vim do mar.


5.

Quero o poema como um grito no escuro.


6.

Arranquem meus olhos.
A flor está morta.


7.

Uma agulha cerzindo o universo.

_____________

19 comentários:

nydia bonetti disse...

Deus do céu! Quanta beleza... "Sementes" é um belo título para um livro, Sônia - me fez lembrar "Tisanas". Beijo!

BAR DO BARDO disse...

anto
logia

Adriana Godoy disse...

Vim pelo Bardo e amei.

Jota Brasil disse...

Bacana...me fez refletir sobre a vida... e acho que a reflexão vai além desse momento.
Sua poesia é como um beijo carinhoso de mãe...suave, terno e cheio de emoções.

Antonio Carlos disse...

Bonito, sementes que caem, germinam, florescem, morrem e germinam novamente das cinzas, seu poema fala do movimento em vida, o momento vão não aproveitado.
Abraços

Mirze Souza disse...

Sônia!

Essas sementes são só suas. Germinaram do início ao fim;

"arranquem meus olhos, a flor está morta"

DIVINO!

Beijos

Mirze

Luciana Marinho disse...

tantas imagens.. fechar os olhos dos lírios.. não nascer, mas vir do mar.. lindas! lindas!

Wilson Torres Nanini disse...

Suas sementes são plantas prontas, dessas que dão fruto e adornam a um só tempo.

Abraços!

Marcantonio disse...

São daquelas sementes que trazem de longe a potência da vida. Vi até alguns mitos nelas, Diana e Acteon, O Nascimento de Vênus, Édipo... Mas o que importa é essa capacidade de gerar beleza com tal economia de recursos!

Abraço.

Vieira Calado disse...

Olá, boa noite!

Venho desejar-lhe,

e aos seu familiares uma óptima

Quadra Natalícia!

Saudações poéticas

Tais Luso de Carvalho disse...

Oi, Sonia:

Estou passando para desejar a você e sua família uma noite de Natal com muito amor e alegria. E para o próximo ano almejo que todos nós possamos viver num mundo melhor, mais fraterno e solidário.

Aproveito para agradecer pela agradável convivência no ano que está se fechando.

Beijos, amiga, meu carinho a você.
Tais Luso

Nilson Barcelli disse...

És muito criativa.
Gostei, como é hábito.
Querida amiga, desejo-te um Natal muito feliz.
Beijos.

Quintana é para sempre disse...

Olá Sônia,
Vim deixar meu abraço e, junto meus melhores votos de um Lindo e Feliz Natal. Que a boa semente germine em nossos corações.
Beijos.
Estela

tossan® disse...

A prova de que a natureza é sábia é que ela nem sabia que iríamos usar óculos e notem como colocou nossas orelhas.

Jô Soares
Perfeita esta edição...Fascinante!
Feliz Natal! Beijo

silvioafonso disse...

.

Adorei tudo o que vi, por
aqui. Por isso vou te seguir,
mas ficaria honrado se tu
me seguisses, também.

silvioafonso





.

Folhetim Cultural disse...

Parabéns pelo blog e pelos textos... Tenho um blog chamado Folhetim Cultural gostaria que visita-se este é o endereço: informativofolhetimcultural.blogspot.com
Vamos trocar conhecimentos...
Ass: Magno Oliveira
Folhetim Cultural

Mar Arável disse...

Sopro-te

e voo

Gaspar de Jesus disse...

CARA SÔNIA
Gostei muito destas sua palavras!
Mas a foto que encabeça o blogue está fabulosa! Não poderia haver melhor definição para o título deste seu cantinho.
Bjs
FELIZ NATAL

Marcos Campos disse...

Sempre me surpreendo com a sua capacidade de sintetização!
Feliz natal!
Beijo!