quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Perfídia





Perfídia


Abriguei a rosa no meu peito.
Em troca ela me deu a dor.


___________

11 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

Belissima imagem assim como o poema. Bjs

Mirze Souza disse...

Nossa que lindo, Sônia!

Deve valer à pena!

Belíssimo!

Beijos

Mirze

ElmaCarneiro disse...

Bom dia Sônia
Estamos floridas: você com a rosa e eu de cássia rosa.
Andei pesquisando e descobri que existem sim a cássia amarela (um pouco diferente). Preferi fotografar apenas os galhos para que não mostrasse os postes e prédios.
Realmente, as ruas ficam lindas com essas árvores floridas.
Um beijoo

Lara Amaral disse...

Síntese bela e dorida, como só vc sabe fazer. =)

Beijo!

freedom disse...

nice posting, please visit my blog +18th only!!!

Marcos Campos disse...

Lindo!! Lindo!!
As vezes é isso mesmo!
Beijo!

tossan® disse...

Acho que depois vem o prêmio...Tomara que sim. Lindíssima foto! Beijo

Multiolhares disse...

espero que pelo menos tivesse dado para sentir a sua fragrância
beijinhos

Multiolhares disse...

espero que pelo menos tivesse dado para sentir a sua fragrância
beijinhos

Antonio Carlos disse...

Assim como teus espinhos perfidiam a alma, belo.
Abraços, desculpe é que estou de blog novo.
Grato.

Tais Luso disse...

Imagem bonita que você fez: abrigamos a rosa e ficamos com os espinhos...
beijos, Sonia!

tais luso