domingo, 7 de novembro de 2010

Solitude




Solitude

Sob a lua,
a solidão das canoas.

_________

4 comentários:

Mirze Souza disse...

Sônia!

Nada tão triste e tão lindo ao mesmo tempo!

Extasiante!

Beijos

Mirze

Lara Amaral disse...

O luar ilumina o que o sol deixou para trás.

Beijo, querida.

Uni ver sos disse...

Lindo e sonoto haikai!


Quanto ao seu comentário, achei incrivel vc compartilhar, passei pela mesma situação. Deixei meu livro sobre o banco da praça e fiquei na espreita de longe, esperando dar o horário para um compromisso. Também fiquei decepcionada, porque várias pessoas até paravam para ler o título do livro, mas ninguém levou até o momento que deixei a praça. Engraçado, pensei que seria rápido, que não daria tempo nem de deixar o local, mas não foi assim. Infelizmente a maioria não gosta de ler, esta é que é a realidade...

Obrigada pela visita!

Bjs!

tossan® disse...

Solitude sem solidão eis a perspectiva chave da sanidade mental. Excelente foto! Beijo