sábado, 20 de novembro de 2010

Iluminações





ILUMINAÇÕES



1.

No espelho do tempo
a pedra há de florir.



2.

Meus olhos conhecem
o segredo das pedras.



3.

Canto para o pássaro.

Tenho uma árvore no peito.



4.

De tanto olhar o ninho
nos meus olhos
nasceram pássaros.



5.

Tecendo desenhos entre o céu e a terra,
as folhas voam como borboletas loucas.



6.

O grito dos bem-te-vis sangra o silêncio do dia.

_________________

Poema-antologia feito com poemas já publicados.

_________________

13 comentários:

Marcantonio disse...

Satori poético. Difícil ter um preferido: 3? 5?

A imagem é bela, lembra um Monet, reflexos como nenúfares.

Abraço.

Graça Graúna disse...

"Meus olhos conhecem
o segredo das pedras."(S.B)

Sonia, poetamiga: parabens por essas iluminações poéticas. Diante dos teus versos me senti como se fora uma menina atirando pedrinhas no lago; vejo a agua formando circulos. Lindo demais o teu poetar.Paz e bem,
Grauna

Mirze Souza disse...

Sônia!

Amo o segredo das pedras! Aqui você foi além e entoou um hino de louvor à natureza em metáforas alucinantes!

Uma divina iluminação!

Beijos

Mirze

Luciana Marinho disse...

quando da pedra nascem flores algo profundo e surpreendente se dá em nosso mundo. belas "janelas"! beijos!

luisa vale- fotografia disse...

A foto está lindissima ,parece na realidade um quadro de Monet.
Um belo poema.

beijos

ElmaCarneiro disse...

Bom dia querida
"O grito dos bem-te-vis sangra o silêncio do dia".
É verdade Sonia.
Suas fotos também são maravilhosas.
Uma ótima semana para você.
Bjoo

Nilson Barcelli disse...

Uma conjugação de excelentes frases poéticas.
Gostei da antologia.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

Gaspar de Jesus disse...

Sônia
Belíssima esta Antologia!
Ah... a Foto...LINDA!
PARABÉNS
Bjs
G.J.

Graça Pereira disse...

"De tanto olhar o ninho nos meus olhos nasceram pássaros". Soberbo e me encantou.
Beijo
Graça

Claudia Almeida disse...

Lendo seus poemas iluminados,bjs.

tossan® disse...

Acordei com o canto deles e na tua linda poesia, a foto é uma pintura com um pouco de abstrato que gosto muito. Beijo

Fernando Campanella disse...

Linda fotografia, realmente lembra uma inspiração de Monet, com olhos de Sonia. E os poemas são muito belos, inspirados, daqueles que saem prontos da alma, mas trazem no âmago anos e anos de formação. Um grande abraço, minha amiga.

Analuka disse...

Que lindo blog! Amei a delicadeza poética. Deixo beijos alados.