domingo, 15 de agosto de 2010

Nascente




Nascente

Em mim nasce
outro rio.

Minha alma é
uma nascente cantando.


________


Foto: Nascente do Rio São Francisco.

________

10 comentários:

Ana Martins disse...

Boa noite Sônia,
adorei a descrição da sua alma.

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

tossan disse...

E bem afinada. Beijo

Dalva Maria Ferreira disse...

Adoro poemas assim: diz logo, sem espichar a conversa. Mas deixa um mundo para a nossa exploração, onde cabe o nosso próprio sentimento.

Obrigada pelas palavras generosas!

Rita de Cássia disse...

oi minha querida!!! sempre bom te ler.
vc é um ser iluminado e esse poema é tão belo qto sua alma.
concordo com a Dalva e confesso: tenho inveja do seu modo tão simples, delicado e sensível de escrever. não consigo ser breve e era o que eu mais queria poder ser: concisa e profunda.
bjos minha linda, fique em paz e parabéns!!!
Rita de Cássia C. vidal

ParadoXos disse...

renascer em forma de poema

:-)

Lara Amaral disse...

O barulhinho dá água sempre me remete a uma canção =)

Beijos.

pablorochapoesias.com disse...

Almas nascentes que desembocam num oceano de sentimentos!
Muito bom.

Parabéns!

Gaspar de Jesus disse...

Cara Sônia
Afinal o pássaro foi possível...!!!
Linda Foto que dá o rosto a este seu Blogue.
Parabéns
G.J.

Graça Pereira disse...

O teu rio...vai paralelo a este...caminhando para foz.
Beijocas
Graça

Bhavesh Chhatbar disse...

Wo! The place looks so serene and untouched!!