segunda-feira, 21 de junho de 2010

Perfume





Perfume

Um espinho floresce.
As pétalas perfumam
as pedras do caminho.

_________

10 comentários:

Claudia Almeida disse...

É o perfume do Amor, perfeito!Bjs

C@urosa disse...

Para os amigos e amigas, um sábio pensamento do mestre que se foi.

"Sempre chega a hora em que descobrimos que sabíamos muito mais do que antes julgávamos."
José Saramago

forte abraço

C@urosa

Lara Amaral disse...

Poema e imagem belíssimos.

Beijos.

Pedro Luso disse...

Parabéns, Sônia, pelo poema, pela foto e pela nova roupagem de seu blog.

Abraços,
Pedro.

tossan® disse...

Enfeitam o caminho. Foto linda e perfeita! Beijo

Leca disse...

Obrigada...
pelas gentilezas deixadas
por você lá no meu blog...
Depois de longa ausência...
voltei...
Beijos floridos e belos...
Leca

Por aqui...
é tudo lindo...
as imagens e as palavras...

Wilson Torres Nanini disse...

Em busca desse perfume, quantos pés feridos deixam sangue pelo caminho? Aqui, realmente, os pássaros inexistentes são possíveis.

Abraços!

Mar Arável disse...

No chão há pedras

coloridas

só para os olhos

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ®/Heleno Vieira de Oliveira disse...

Gostei de tudo aqui o que escreve , belissimo, beijos !!!

Fernando Campanella disse...

A dor transmutando-se em alegria. Belíssima síntese de todo um processo complexo de nossas mentes. Um poema rico de vida. Grande abraço. Ah, e que linda borboleta, hein?