segunda-feira, 1 de março de 2010

O mundo dorme




O mundo dorme

Na noite úmida de lua,
o silêncio se abre em flor.

____________

16 comentários:

líria porto disse...

gosto desses poemas de silêncio - quanto menos palavras, menos ruído!
besos

Caurosa disse...

Olá minha cara amiga, Sônia Brandão,o silêncio na noite de luar, sempre nos traz lembranças...
muito bom, parabéns.

Paz, harmonia e mais inspiração,

forte abraço,

Caurosa

Allyne Araújo disse...

a vida noturna,as vezes, é melhor do que possamos imaginar... bjos!!!!

Paulo Tamburro disse...

Tudo bem ?

Parabéns, seu blog merece, que venha por aqui muita vezes.

Afinal, não temos tantos bons textos com estes seus à nossa disposição.

Caso queira me visitar, meu blog é de humor.

Um abração carioca.

Fernando Campanella disse...

Maravilha, Sônia, texto-imagem impecável. Grande abraço.

BC disse...

Bonita frase que tanto diz!
Beijo

Multiolhares disse...

E como sabem bem esses silêncios em que a noite adormece
beijinhos

Wilson Torres Nanini disse...

Mas dá pra quase ouvir o rumor do alumbramento que versos assim causam em mim. Abraços!

Pedra do Sertão disse...

A imagem foi uma bela escolha para "casar" com as palavras... abraço

Sonia Schmorantz disse...

Gostoso é observar o mundo dormindo...
beijos

Aníbal Raposo disse...

Olá Sônia,
É no silêncio que se escuta a música do tempo.
Beijos

Nydia Bonetti disse...

Quase ninguém mais tem olhos (e ouvidos) para flor assim tão bela e tão rara. Talvez, só mesmo os poetas... Beijos!

a magia da noite disse...

e no silêncio se descobre uma voz feita de letras.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Sônia, belo post...Espectacular....
Beijos

uma nova criatura eu sou! disse...

gostaria de te convidar pra participar do meu blog se quiser mas se quiser vc será muuuito bem vinda..

Claudia Almeida disse...

Sob o luz da lua, a flor e o silêncio,uma sábia poeta, linda imagem.bjs.