segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Infinitamente




Canto a tristeza
de não ser flor.

__________

15 comentários:

Nydia Bonetti disse...

Tua poesia soa feito música às nossas almas, Sônia.

Beijo.

Cris Animal disse...

Há flores em sua alma...há flores em sua vida....há flores em seu jardim...há flores onde seus olhos jamais verão. Isso basta, como diria o Pequeno Príncipe para que você seja feliz....rs

Com carinho sempre e sempre
beijo

Alda disse...

A rosa é das mais belas flores! Um beijinho!

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Sônia, bela fotografia de linda rosa...bela poesia...Espectacular....
Beijos

Licas disse...

Querida Sónia
Canta antes a alegria de Seres Uma Mulher.
Vive feliz
Um beijinho
Licas

ParadoXos disse...

beleza poética à flor do poema!

beijos em ti!


heduardo

caurosa disse...

Minha cara amiga Sônia Brandão, foi o mais belo e sincero canto que já ouvi nos últimos tempos, parabéns.

Paz e harmonia,

forte abraço

Caurosa

BC disse...

Pelo menos uma dflor é cheirada, acariciada, perfumada, e nem toda a gente o é infelizmente.
Beijinho

Fernando Campanella disse...

Temos a doce imagem da flor dentro de nós, Sonia, e é também um reflexo de nossa alma, não deixa de ser. Grande abraço.

Ana Martins disse...

L I N D O O O O O!!!!!!!!!!!!!!!

Beijinhos,
Ana Martins

bossa_velha disse...

sutileza!

Anita "Menina Flor" disse...

Somos flor sim, das mais lindas. Bjinhos.

Wilson Torres Nanini disse...

só não cante, se tiver um cacto na garganta. de resto, teça música, ainda que com partitura subcutânea. Abraços!!!

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful and lovely shot !! Great post !! Thanks for sharing..Unseen Rajasthan

G I L B E R T O disse...

Sonia

Lindo teu blog!
Linda tua poesia!
Linda tua sensibilidade!

Gilberto
nel mezzo del cammim