terça-feira, 31 de março de 2009

Antes da aurora




Busco a morte
como quem busca o sono.

Morrerei antes da aurora.
Tenho anjos sobre meus ombros.

______________________________

Foto e poema: Sônia Brandão

17 comentários:

Cris Animal disse...

Eu diria que é muito triste se não fosse absolutamente lindo e tocante.
Nas asas de anjos!

beijo
...........Cris Animal

Cadinho RoCo disse...

Busco a vida ao amanhecer de cada dia.
Cadinho RoCo

Nydia Bonetti disse...

Ah... Os anjos nos ajudam a amanhecer, mesmo quando parecem terminadas as auroras.
Beijos

Gaspar de Jesus disse...

BUSCO A VIDA COMO QUEM VENCE O SONO!
Vamos lá amiga SÔNIA, o Céu azul convida à Poesia.
Grato pela visita.
Beijinhos
Gaspar de jesus

Multiolhares disse...

Muitos de nós tem medo da falar sobre a morte, mas é uma consequencia da vida, por isso deveriamos de nos preparar para esse momento que penso ser de libertação, mas os anjos que pairam sobre ti não tem de ser da morte mas de vida, de proteção de amor
beijinhos

fred disse...

Gostei muito dos seus poemas e do seu blog.
Parabéns!

BC disse...

Frase poética bonita como sempre!
Beijo
Isabel

Ana Martins disse...

Muito bom, embora melâncólico," busco a vida logo ao raiar do Sol, porque a morte tarda mas não falha!"

Ana Martins

Beijinhos.

Doroni disse...

Sonia,
Que lindo Blog
Belo poema e imagem

O sol se põe e nós dormimos.
será que estaremos vivos amanhã?
que os anjos nos protejam.
bjs

Elma Carneiro disse...

Bom dia querida.
Como sempre, com seus lindos e expressivos versos que gosto tanto.
É com prazer que recebo sua visita e comentários e ontem também na coletiva do Ecological Day.
Não me esqueci da postagem da qual lhe falei ok? Tive um problema com o Viart mas agora astá normalizado.
Obrigada por ter estado no Espaço das Artes e com minha pesquisas sobre a arte pré-histórica. Bom que você gostou.
Desejo um ótimo dia para você.
Beijos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Lindo poema. Você cativa seus leitores com tão belas poesias.
beijos.
Vá por lá, tenho novidades.

Angela Ladeiro disse...

A morte já me fez mais pavor, mas quero ir ao encontro da vida mais uns tempos! O poema é muito bonito

Pedro Luso de Carvalho disse...

Sônia,

Teu poema fez me lembrar de "Balada Para Mi Muerte", de autoria de Piazzolla e Ferrer, interpretada por Amelita Baltar (que foi casada com Astor Piazzolla.

Abraços,
Pedro

Sonia Schmorantz disse...

Mesmo um fim pode ser bonito, quando as palavras o tornam assim...
beijos e um ótimo final de semana!

Claudia Almeida disse...

Sônia,

Gostaria de morrer na aurora,parabéns!
Bjs

Elma Carneiro disse...

Bom dia Sonia, obrigada pelo verso deixado no Caliandra. Você é maravilhosa e me sinto bem em ser sua amiga e receber sua atenção.
Um ótimo findi.
Beijos

Tais Luso de Carvalho disse...

É a única coisa certa, mas me dá uma sensação de desconforto.
Seu poema faz refletir.
Beijos
Tais luso