domingo, 1 de fevereiro de 2009

Recato



Fechem os olhos dos lírios.
Não deixem que me vejam nua.

5 comentários:

José Carlos Brandão disse...

a claridade da palavra
quando a imagem

é mais nua.

nydia bonetti disse...

Estes teu poemas curtos me encantam, Sônia!
bjs.
Nydia

Marcilio Medeiros disse...

Sônia,
muito bom poder reencontrá-la
e ler mais um pouco de sua poesia
essencial, suave e pungente.
quando puder, veja também o Vida Literária: http://marciliomedeiros.zip.net
bjs

Agepe (MediaPembelajaran SastraIndonesia) disse...

Sonia, Muito obrigada para a sua caimento by. Por favor bem voltar novamente

JAIRCLOPES disse...

Guria, gostei!
Essa economia de vocábulos me impressiona, parabéns!