Seguidores

sábado, 11 de julho de 2020

SAUDADES DO MAR

























Tenho apenas um punhado de areia
em minhas mãos

Mas o mar ainda canta
em meus ouvidos



 

O CORAÇÃO DA ÁRVORE






Morreram as árvores. Morreu o rio. Todos os dias a menina abraça
a única árvore que resta. Fecha os olhos e apura o ouvido para 
ouvir o rio que pulsa no coração da árvore.